Quarta-feira, 25 de Março de 2009

Gostaria hoje de vos falar de algumas das imagens mais tristes que me atravessam a mente e que não há meio de sairem. Falo do choro das crianças, falo dos sem-abrigo, falo de tipos que abusam da musculação. Sobretudo as imagens destes últimos  tornam-se difíceis de apagar - são muito grandes e encorpadas. Estou a falar do género de indivíduo para quem um transporte público devia ser um camião de mudanças; e quando anda na rua é que parece ter comprado três bilhetes. Um para ele e outro para cada um dos braços.


Note-se que não estou a falar de pessoas normais que gostam de se manter em forma e cuidar do físico, estou a falar daqueles seres que passam mais tempo no ginásio do que em casa. Estes, não deviam pagar mensalidade, deviam pagar renda. E também deviam ser obrigados a fazer um ALD por cada máquina de pesos.


Sou pouco informado sobre o assunto mas quer-me parecer que o excesso de musculação provoca diversos efeitos secundários difíceis de esconder. Logo à partida, uma das sintomatologias que observo nos indivíduos que abusam da musculação é o excesso de calor. Mesmo nos dias em que caem camadas de geada à antiga portuguesa, não sabem o que é um casaco. Mesmo em condições climatéricas adversas andam sempre de cavas. Estou a exagerar. Naquelas noites de inverno em que o cidadão comum anda de samarra, gorro e cachecol, os ultra-musculados usam uma daquelas t-shirts cujas mangas até são capazes que tapar quase na totalidade o sovaco.


Outro dos efeitos secundários do excesso de musculação é a perda de memória. Prova disto é que a maioria deles desenvolvem os membros superiores e o tronco mas esquecem-se que têm pernas. No fundo é a mesma coisa que um jogador de râguebi neozelandês sair de casa à pressa e só ter tempo de vestir as pernas do Júlio Isidro. Ou o Godzilla andar a esmagar arranha-céus com as pernas do pato Donald.


O vício da musculação chega a um ponto em que se quer sempre ir mais longe e mais baixo. É aí que se passa para o culturismo. Chama-se culturismo porque dá a ideia que andam a cultivar batatas pelo corpo. Depois é só dar-lhes uma demão de verniz e ficam prontos para exposição.

 

Alguns destes indivíduos gostam de conjugar a musculação com uma dieta à base de cocktails de esteróides anabolizantes e para sobremesa um ou outro medicamento usado em cavalos. (Estamos a falar de cavalos agarrados que já tiveram mais overdoses que o Slash e o Keith Richards juntos.) Pessoalmente, prefiro cortar no pão e nas gorduras. Estudos indicam que os esteróides causam encolhimento dos testículos. Ora, aqui já tenho dúvidas se não se importam de viver com este efeito secundário ou se é de propósito. Se calhar, é a única forma de conseguirem enfiar aqueles calções de licra justinhos.

 



publicado por Gervásio às 15:11 | link do post | comentar

4 comentários:
De Amarrotada a 26 de Março de 2009 às 00:59
A questão é: Why?! Também não percebo como é que um homem prefere ficar sem testículos e ter montanhas de músculos, que além de serem extremamente desconfortáveis, principalmente quando o tema é roupa, e la está, há a questão do suor. Além disso ainda existe a questão de caber nas portas e assustar criancinhas...


De riotxedge a 27 de Março de 2009 às 10:59
Sim, está com piada. Eu gosto da musculação, mas apenas para manter o corpo. Observo muita coisa no ginásio e digo-vos dava para fazer uma série cómica.


De Miss Kin a 29 de Março de 2009 às 00:14
Gosto especialmente quando estão a fazer alongamentos e têm que esticar os braços com as mãos juntas, é lindo o esforço que fazem para fechar os braços!


De Paula a 29 de Abril de 2009 às 13:30
Conheço gente assim, que cada vez que quer bater palmas desloca as costelas e rasga a camisola. A tal, que quer façam 36º de calor ou -83º, está lá, a tapar o sovaquito!
:)
Bjs!


Comentar post

Humores, Ideias Fixas, Ideias Soltas, Dúvidas Existenciais, Teorias de Bolso e Outros Textos Incendiários

Saiba Mais Sobre o Livro
nunogervasio@gmail.com
arquivos

Fevereiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Ligações
tags

actualidade

blog

humor

opinião

twitter

ideias

literatura

sit-down comedy

light

livro

nuno gervásio

very

curiosidades

espectáculo

factos

instituto franco-português

internet

peça

philippe minyana

teatro

acordeão

águas verdes do pacífico

candidatos

carnaval

cartão cidadão

chat

cientificos

cinema

coisas

convite

crítica

declaração

desenvolvimento

discurso

duvidas existenciais

económia

efeitos secundários

el corte ingles

elizabeth

elizabeth e as águas verdes do pacífico

esteves cardoso

fáceis

ferreira leite

garden state

ídolos

inquerito

inventados

jerónimo

jesus

joana amaral dias

júri

kate winslet

lançamento

lista

louçã

luísa ortigoso

luisa ortigoso

maradona

maria dias

maria eduarda dias

messenger

musculação

música

nua

observações

onomatopeia

oscares

parlamento

participantes

partidos

pevides

piadolas

piropos

playboy

político

políticos

portas

post

press release

programa

publicação

ralph fiennes

recessão

regulamento

salazar

scolari

segredos

sexo

silly season

sócrates

supermercado

televisão

the shins

tremoços

tvdesign.org

verão

voce sabia que

xukebox

todas as tags

Subscrever feeds